PortoPostDoc

Foco Chris Petit

O trabalho de Chris Petit – como romancista ou como realizador – marcou uma certa cena underground inglesa, ainda que parte do seu trabalho tenha sido feito para televisão. Iniciando a sua carreira com o mítico Radio On, Petit alicerçou uma carreira entre os primeiros filmes – mais marcados por um desencanto punk – e uma segunda fase, onde, a partir de retratos de figuras como Rudy Wurlitzer, J. G. Ballard ou Manny Farber, procurou reflectir sobre o poder das imagens. Uma obra a descobrir nesta edição do Porto/Post/Doc.

Programa co-produzido com Stanley Schtinter, com agradecimentos especiais à Illuminations Films.

O Foco Chris Petit no Porto/Post/Doc será a plataforma de lançament do primeiro LP de vinil da purge.xxx (também conhecida como PURGE PORTO), uma anti-editora pós-familiar fundada por Schtinter. Lançado em uma edição de 250 cópias numeradas, In is missing, Is Where Love Has Gone, de Chris Petit & Mordant Music, está disponível em exclusivo no festival.Para mais informações: www.purge.xxx